As performances consecutivas de Demi Lovato no Grammy Awards de 2020 e no Super Bowl LIV são apenas o começo do que está por vir para a estrela.

Na edição desta semana da revista PEOPLE, que chegará as bancas na sexta-feira, uma fonte próxima à cantora disse que estava “realmente feliz” com o resultado de ambas as performances – que foram a primeira desde que foi hospitalizada por uma overdose quase fatal em julho de 2018 – e está se preparando para lançar novas músicas nos próximos meses.

“Ela está animada para voltar à música e se apresentar nos palcos”, diz a fonte. “Não poderia haver uma maneira melhor de lançar as coisas para 2020. Ela está ocupada no estúdio trabalhando em novas músicas, e um álbum está a caminho no verão (americano, o que seria entre maio e agosto no Brasil”.

Outra fonte diz que, atualmente, Lovato, 27 anos, “leva a sobriedade muito a sério” e se cerca de um grupo de pessoas que pensam da mesma forma.

“O grupo de amigos dela vive a mesma vida que agora – é discreto”, diz a fonte. “Ela se envolve com amigos que realmente se importam e que também a ajudam a se manter saudável”.

Embora a fonte diga que Lovato “ocasionalmente luta para encontrar equilíbrio”, ela “parece muito focada em permanecer saudável”.

No Super Bowl, no domingo, Lovato cantou o hino nacional para uma multidão lotada no Hard Rock Stadium, em Miami. Depois de arrasar na performance, ela chamou o momento de “um sonho tornado realidade” em seu Instagram.

Exatamente uma semana antes, Lovato subiu ao palco do Grammy para estrear sua nova música “Anyone”, que foi escrita e gravada pouco antes de sua overdose. Depois de cantar as primeiras letras da música, Lovato ficou tão emocionada que teve que começar de novo.