menu
VOCÊ ESTÁ LENDO:

Leia o artigo e entrevista completos da Seventeen

publicado em 08.01.2012
656 views

Artigo/entrevista por: Amy Spencer (Seventeen)
Tradução e adaptação: Equipe Demi Lovato Brasil

Demi

Durante anos, ela reprimia sua dor. Mas agora, ela tem felicidade e confiança que ela não consegue conter.

Clique em “Continue lendo” para conferir o resto.

Demi Lovato tem muito o que celebrar nestes dias. Nos últimos seis meses, o primeiro single, “Skyscraper”, do seu último álbum, “Unbroken”, alcançou a posição número 1 no iTunes. Ela faz participação na ótima música do Hot Chelle Rae, “Why Don’t You Love Me”. E ela fez um dueto incrível com o cantor espanhol Pablo Alborán, no Grammy Latino. Mas mesmo com todo esse sucesso, são as coisas simples que realmente a fazem derreter – como pegar o bouquet no casamento da sua co-estrela de “Sunny Entre Estrelas”, Tiffany Thornton, em novembro. Tudo bem, então essa menina de 19 anos pode não ser a próxima pessoa a se casar (apesar de ela recentemente ter sido pega beijando seu ex, Wilmer Valderrama, que pegou a liga que estava no bouquet no mesmo casamento!), mas esse momento pequeno e especial a faz se sentir agradecida. “Eu amo ter dias como esse para relembrar – eles me lembram do quão sortuda eu sou e quantas ótimas pessoas eu tenho na minha vida”, ela diz.

Conversando em Los Angeles, num café, Demi parece relaxada e totalmente confortável, usando um chapéu preto que descança no seu cabelo soltinho, uma camisa da banda Van Halen, e uma mini-saia preta de pregas por cima de uma meia-calça preta (apesar de estar ensolarado e calor lá fora). “Não estava a fim de raspar as pernas”, ela explica, rindo.

Demi está tão alegre, que é difícil de acreditar que apenas um ano atrás ela estava completando um programa de recuperação para anorexia, bulimia, distúrbio bipolar e auto-mutilação. “Não vou mentir”, Demi diz. “Eu estava me auto-medicando. Fazia coisas como beber bebidas alcoólicas e usar [drogas], como muitos adolescentes fazem para esquecer das suas dores.”

A dor começou numa idade jovem. O pai dela foi embora de casa quando Demi tinha apenas 3 anos. Ela começou a atuar aos sete, e parecia ser perfeita. Mas ela estava lidando com bullying interminável – as coisas ficaram tão ruins que, aos 12, ela começou a estudar em casa. “Eu tive depressão com uns 7 anos”, ela admite. “E isso simplesmente levou a problemas, mais tarde na minha vida.” No ano em que ela foi para a reabilitação, ela parecia feliz na frente das câmeras. Mas nos bastidores, ela estava cuidando de um coração partido (após terminar seu relacionamento com Joe Jonas), indo a uma quantidade exagerada de festas, e perdendo o controle. Ela chegou ao fundo do poço quando socou uma das suas dançarinas.

Hoje, um ano depois  sua época como paciente num centro de tratamento, é óbvio que não há mais pressão colocada por ela mesma para ser perfeita, e nada de fingir na frente dos fãs. “Eu não bebo, não uso drogas, não vomito depois das minhas refeições”, ela diz, com orgulho. “Não faço nada que me deixe culpada.” Ela se mantém estável, com a ajuda dos pais, sua irmã mais velha, Dallas, e sua meia-irmã mais nova, Madison (que interpreta a filha da Eva Longoria em “Desperate Housewives”, Juanita). E eles nunca estão distantes – Demi mora na casa de hóspedes.

Agora que a Demi finalmente se sente forte e segura, ela espera inspirar as pessoas a terem um início fresco também – ela até voltou ao centro de tratamento em Illinois, para falar com as meninas que estão sofrendo, como ela sofreu. “Eu aprendi, no tratamento, que [você precisa] ir devagar”, ela diz. “Isso faz tudo parecer mais simples de lidar. Se você realmente pensar com essa mentalidade, você vai chegar onde quer.” A Demi finalmente está onde ela quer estar: Ela acabou de lançar seu segundo single, “Give Your Heart A Break”, e está se preparando para uma turnê mundial enorme. Agora, ela compartilha sua jornada emocional sobre como ela passou pelos seus baixos e que grandes planos ela tem para o futuro!

Seventeen: Você trabalhou tanto para passar por umas questões difíceis. Mas quando você está tendo um dia ruim, agora, o que você faz?
Demi Lovato: Eu sinto, em vez de reprimir. Recentemente, eu tive um dia ruim e pensei: “Esse cara está dando o dedo do meio para mim, minha cabeça está explodindo, não estou me sentindo bem. Mas está for a do meu controle. Eu não devo pôr minha saúde em risco por causa disso.” Me coloco em primeiro lugar agora.

Seventeen: Havia pessoas ao seu redor que estavam tentando te ajudar mas que na verdade estavam te machucando?
Demi: Acho que ninguém me permitia – as pessoas não percebiam a seriedade do problema. Ninguém viu as coisas ficarem feias, porque eu mantia segredo. É muito fácil esconder, e é muito fácil manipular as pessoas.

Seventeen: Quem te apoiava?
Demi: Tem duas pessoas [que me apoiavam]. Não importa quantas vezes nós brigamos, elas sempre estarão presentes na minha vida e eu na delas. Miley [Cyrus] e eu somos muito cabeça-dura, então quando nós brigamos, é brutal e pensamos que nunca seremos amigas de novo. E aí dois dias depois, ficamos tipo: “Eu te amo e estou com saudades!” Selena [Gomez] e eu, nós nunca brigamos. Ela não é uma pessoa agressiva, de jeito nenhum. Elas duas nunca vão sair da minha vida, não importa o que aconteça, porque passamos por tanta coisa juntas.

Seventeen: Você ficou surpresa com o apoio de alguém?
Demi: Não somos super próximas, mas a Taylor Swift tuitou “Rezem pela Demi”, o que eu achei que foi muito incrível da parte dela. E a Kim Kardashian, a mulher mais ocupada no planeta, arrumou tempo para me ligar. Nós nos conhecemos na Casa Branca [no Correspondents’ Association Dinner, em maio de 2010] e eu disse tipo: “Ai, meu Deus, amei sua maquiagem”. E ela disse tipo: “Eu amei a sua!” E nos tornamos amigas. E aí eu fui para o tratamento, e ela me apoiou quando poucas pessoas me apoiaram. Dava para contar nos dedos quantas pessoas estavam me apoiando. Então eu não esqueci quem eram essas pessoas. Depois que eu saí do tratamento, eu liguei meu celular e só tinha quatro mensagens – eu fiquei tipo: “Nossa, isso mostra quem realmente é meu amigo e quem só saía comigo porque eu ia para festas com eles.”

Seventeen: Você ainda sai para se divertir?
Demi: Eu tenho 19 anos – você não pode me falar para nunca mais sair para me divertir! Antes, eu saía com pessoas que eram influências negativas. Agora, eu saio com pessoas que não bebem, que são saudáveis e positivas – esse é o tipo de pessoa que deve ser seu amigo. Você é quem seus amigos são. Agora se eu quero socializar, eu saio e bebo Red Bull.

Seventeen: O que você acha que teria acontecido se você não tivesse ido para o tratamento?
Demi: Eu não sei. Eu já fui para o hospital por ter me cortado fundo demais, e é a coisa mais assustadora do mundo saber que, se você tivesse ido um pouquinho mais fundo, poderia ter morrido.

Seventeen: Muitas meninas te admiram, o significado de “ídola”, de “exemplo” mudou para você?
Demi: Antes, eu estava fingindo ser um exemplo que eu sabia que eu não era, e era muito difícil para mim porque, na época, eu só queria ser uma cantora e atriz. Não queria ser um exemplo, uma ídola. Agora, eu tenho orgulho de ser um exemplo. Sou muito aberta sobre tudo. Não estou fazendo nada escandaloso.

Seventeen: Como você lida com sua auto-estima?
Demi: Tem horas que eu só quero usar calça de moletom, tipo, dane-se, não quero usar esse vestido hoje! Mas eu sei que, na maioria das vezes, é a minha mente me falando que eu sou feia, ou que não sou magra o suficiente ou boa o suficiente, e eu lembro a mim mesma que essa é a voz que me botou em encrenca. Se lembre que você é lindamente e cuidadosamente feita desse jeito por um motivo. Eu não fui feita para ser magérrima. Talvez eu precise malhar alguns lugares específicos, mas será que isso vai me levar a outro distúrbio alimentar? Não. Eu trabalhei duro demais para ficar saudável.

Seventeen: O que você mais gosta em si mesma?
Demi: Minha confiança. Poder olhar alguém no olho e dizer: “Eu não ligo se você acha que meus braços são gordos ou sei lá. Eu sou do jeito que eu sou.”

Seventeen: O que você mais gosta no seu corpo?
Demi: Minha bunda. Ela cresceu, e ficou demais!

Seventeen: Você e o Joe Jonas recentemente se falaram no Twitter. Você acha que é possível continuar amiga do seu ex?
Demi: Sim, definitivamente. A chave é não odiar o seu ex. É mais fácil falar do que fazer. Mas não deixe a toxicidade crescer no seu sistema, porque a energia negativa fica no seu corpo e alma.

Seventeen: Você quer estar em um relacionamento?
Demi: Cansei de namorar. Eu preciso de alguém que vai me ajudar com meus problemas com comida, alguém para quem posso ligar e dizer: “Preciso de ajuda, preciso de apoio”, e ele vai aparecer. Isso é difícil de achar.

Seventeen: O que te faz mais feliz no momento?
Demi: Boliche, ir ao cinema, nadar e ficar na minha banheira de hidromassagem. É tão refrescante acordar todos os dias e ficar ansiosa sobre o que vem por aí. Tem tanta coisa que me deixa ansiosa – desde coisas cotidianas, como onde eu vou fazer compras com minhas amigas, até coisas maiores, como sair em turnê, ou até coisas de longo-termo, como o que será o meu próximo grande projeto.

Seventeen: Você está ansiosa para fazer o que, esse ano?
Demi: Eu acho que seria muito legal fazer trilha em cada país que eu visitar na turnê. Essa turnê parece mais especial. Estou mais confiante, feliz e saudável, e eu acho que dá para ver nas minhas performances, o que faz cada dia melhor e mais divertido. Eu espero continuar tão feliz e saudável como estou hoje.

Seventeen: O que você acha que aprendeu sobre si mesma nesse último ano?
Demi: Que eu sou digna o suficiente, bonita o suficiente e que eu não preciso de nada mais, incluindo um namorado, para me sentir inteira. Não preciso de ninguém além de mim mesma. É uma revelação bem boa!

Continue Lendo

Status do site

Nome: Demi Lovato Brasil
Desde: 03 de junho de 2008
URL: demilovato.com.br
Contato: contato@demilovato.com.br
Visitas:
Usuários online:

O Demi Lovato Brasil é um site de fãs para fãs e sem qualquer afiliação à Demi ou qualquer pessoa associada a ela. Todos os vídeos e fotos publicados aqui, pertencem aos seus respectivos detentores de seus direitos, as notícias traduzidas que possuem fontes de terceiros são creditados em seus respectivos posts. Site sem fins lucrativos, apenas com intuito de divulgar e informar sobre a carreira da artista.

dlbr no twiter

@demilovatobr

dlbr no instagram

@demilovatobr

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No connected account.

Please go to the Instagram Feed settings page to connect an account.